top of page

A importância do ensino sobre nutrição e hormonização nas Universidades brasileiras!

Atualizado: 24 de jun. de 2021

Sempre fui uma pessoa muito empática e muito preocupada em acolher todas as pessoas. Durante a faculdade, nunca foram abordadas condutas ou cuidados específicos para o público trans, e esse assunto também não era trazido em congressos ou cursos que eu fazia fora da grade curricular. Tive uma aula na pós graduação em nutrição vegetariana que abordou temas dentro da endocrinologia, e nessa aula, a professora, Dra. Juliana Gabriel, trouxe estudos de casos nos quais os/as pacientes eram transexuais. Ali foi meu primeiro contato com esse assunto (em 2019).


Depois, continuei acompanhando a Dra. Juliana nas redes sociais e mantivemos um contato mais próximo. Logo, ela lançou um curso sobre a abordagem médica de pacientes trans em tratamento hormonal, e desde o início me interessei, e pedi muito para ela criar um outro curso que falasse sobre a abordagem nutricional também. Me imaginei em uma situação onde algum paciente trans pudesse vir até mim e talvez eu não soubesse atender da melhor forma, por não saber os pontos que eu deveria dar mais atenção ou como conduzir a consulta. Pouco tempo depois, ela lançou o curso de abordagem nutricional de pacientes trans em tratamento hormonal e eu fui a primeira a me inscrever. Além de todo conteúdo teórico ministrado com a maior excelência, o curso também abordou as questões socioeconômicas e psicológicas que englobam a população trans, e trouxe à tona discussões importantes durante as aulas sobre esses assuntos. O conteúdo do curso sobre a terapia hormonal em si e sobre os efeitos disso no organismo é denso, e apesar de eu, nutricionista, não ter controle sobre isso (em relação à dosagem de medicamentos, etc.), pude compreender melhor como ajudar os pacientes a prevenir ou a amenizar efeitos adversos que possam vir a acontecer. Acredito que esse curso e todas as iniciativas que visam levar informações aos profissionais de saúde e propiciam um ambiente acolhedor para todas as pessoas, independente do gênero ou orientação sexual.


Foto: Milena Hernandes

Nutricionista, pós graduada em nutrição vegetariana, pós graduanda em nutrição clínica integrativa e nutrição comportamental. Capacitada ao atendimento nutricional ao paciente trans em tratamento hormonal.


Em breve teremos mais postagens sobre nutrição e hormonização, assinem o feed para receber as postagens!

80 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page